Pomadas cicatrizantes para tatuagens e possíveis reações alérgicas

As Pomadas

Existem no mercado diversas pomadas que podem ser usadas para o tratamento de tatuagens e este é um tema controverso entre os tatuadores.

Uma nova camada de pomada deve ser aplicada logo em seguida ao procedimento, bem fina, até completa cicatrização da tatuagem, que pode levar de uma semana a 40 dias.
Em média três vezes por dia é o ideal.

A pomada mais usada e melhor aceita é o Bepantol, que contém dexpantenol, um ácido que ajuda a formação do tecido sem excessiva troca de células, vitamina B5, lanolina e óleo de amêndoas.
Esta pomada é a mais tolerada, mas em pessoas com pele mais oleosa, pode levar ao surgimento de espinhas Miliuns, que são
 aquelas bolinhas esbranquiçadas (bolinhas de sebo) que são causadas por 
impurezas produzidas pelas glândulas sebáceas que a derme não conseguiu
 expelir.

A pomada Nebacetim também é usada, mas a interação do antibiótico Bacitracina e Neomicina com as tintas, pode levar a uma reação alérgica.

Nesses casos, a pele pode irritar e ficar amarelada com pontos avermelhados, atrasando a cicatrização, levando a uma perda maior de pigmento e a um clareamento da tatuagem.
Recomenda-se muito cuidado para não coçar e arrancar as bolhas, e a troca da pomada para a de dexpantenol ou a cicatrização a seco até que a inflamação passe.

Uma tatuagem é diferente de uma ferida normal, já que o objetivo é a absorção máxima de pigmentos.

Durante a cicatrização nosso corpo pode expelir até 40% dos pigmentos injetados.
As pomadas cicatrizantes disponíveis que servem para tratamento de queimaduras e cortes, podem levar a uma maior perda de pigmento, devido a algum ingrediente em sua fórmula que facilite o processo.

Existem  atualmente, pomadas desenvolvidas especificamente para o tratamento de tatuagens, e as empresas que testaram diversos produtos chegaram à conclusão de que produtos à base de Lanolina e Vaselina ou outros derivados de petróleo podem causar reações ou clareamento da tatuagem.

Alguns tatuadores indicam o uso de cremes hidratantes comuns para a pele, como o creme Nivea, por serem menos gordurosos que as pomadas, mas neste caso a essência ou perfume pode causar reações adversas.

Na verdade, assim como com outros produtos estéticos, só podemos conhecer nossa sensibilidade após a exposição ao ingrediente, e até mesmo produtos feitos especificamente para tatuagens podem causar algum tipo de reação.

Então para que sua tatuagem cicatrize da maneira mais simples possível, você deve cuidar da limpeza do local e experimentar regular a hidratação da pele com alguma pomada.

Caso ocorra algum tipo de reação, deve-se suspender o uso da pomada, deixar a pele um dia cicatrizando à seco, e depois tentar outro tipo de pomada, até achar a que melhor se adeque ao seu biotipo.

Qualquer pomada usada em grandes quantidades pode atrapalhar ao invés de ajudar, por isso passe sempre uma fina camada para que a pele posssa respirar.

Se assim mesmo a reação não regredir, deve-se procurar um médico que indicará um antiinflamatório ou um antihistamínico de acordo com seu caso.

LOGO DEPOIS DE FAZER SUA TATUAGEM

(faça isso de 15 a vinte dias, ou seja, até sua tatuagem cicatrizar por inteiro)

1. Lavar o local com sabonete neutro.

2. Passar uma fina camada de pomada cicatrizante três vezes ao dia para hidratação da pele.

3. Nos primeiros 3 dias e na hora de dormir, cobrir a tatuagem com filme plástico PVC, usado para embalar alimentos.
Nosso corpo pode expelir até 40% dos pigmentos injetados durantes os três primeiros dias de cicatrização.
O uso do plástico evita que o exsudato (excesso de pigmento e plasma) endureça e vire casquinha.
Mas é necessário se tomar o devido cuidado com as trocas e higienizações, pois um local abafado pode se tornar um foco para o desenvolvimento de microorganismos que podem causar infecções, prejudicando a cicatrização.
O plástico deve ser trocado 3 vezes ao dia.
Quando não houver mais resíduo de pigmentos expelidos, o uso do plástico não é mais necessário.

4. Não esfregar o local nem tirar a casquinha.

5. Não tomar banho de mar, piscina, sauna ou Sol, não tomar banhos muito demorados e com água quente nos primeiros 15 a 20 dias. O cloro e o calor abrem os poros, aumentando a perda de pigmento.

6. Depois do banho, não esfregue o local, apenas seque encostando a toalha para absorver o excesso de água.

7. Não use roupas muito apertadas logo após ter feito a tattoo, pois as fibras da roupa podem grudar na casquinha que se forma e causar feridas por fricção

DEPOIS DE CICATRIZADA

Mesmo quando já estiver cicatrizada, passe protetor solar sempre.
Cuidar da hidratação da pele também é importante, já que os pigmentos se encontram debaixo dela, se sua tatuagem parecer esbranquiçada ou apagada, é porque ela está precisando de creme hidratante.
Também tome cuidado com cortes e arranhões muito profundos no local da tattoo.

PROCESSO CICATRICIAL

O processo cicatricial é sistêmico e dinâmico e está diretamente relacionado às condições gerais do organismo.

O meio úmido facilita a migração celular, a formação do tecido de granulação e a epitelização.
O curativo adequado favorece a manutenção do meio úmido.

Existem três fases cicatriciais:

Inflamatória, proliferativa e maturação.

Fase inflamatória ou exsudativa
Sua duração é de aproximadamente 48 a 72 horas.
Caracteriza-se pelo aparecimento dos sinais da inflamação: dor, calor, rubor e edema.
Mediadores químicos provocam vasodilatação, aumentam a permeabilidade dos vasos e favorecem a quimiotaxia dos leucócitos – neutrófilos combatem os agentes invasores e macrófagos realizam a fagocitose.

Fase proliferativa
Tem a duração de 12 a 14 dias. Ocorrem neo-angiogênese, produção de colágenos jovens pelos fibroblastos e intensa migração celular, principalmente queratinócitos, promovendo a epitelização.
A cicatriz possui aspecto avermelhado.

Fase de maturação ou remodelação.
Ocorre reorganização do colágeno, que adquire maior força tênsil e empalidece. A cicatriz assume a coloração semelhante à pele adjacente e a tatuagem toma sua cor definitiva.

AGENTES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE E VELOCIDADE DE CICATRIZAÇÃO

Faixa etária:
A idade avançada diminui a resposta inflamatória.

Estado Nutricional:
O estado nutricional interfere em todas as fases da cicatrização.
A hipoproteinemia diminui a resposta imunológica, síntese de colágeno e função fagocítica.

Doenças Crônicas:
Enfermidades metabólicas sistêmicas podem interferir no processo cicatricial.

Terapia Medicamentosa Associada:
A associação medicamentosa pode interferir no processo cicatricial, como, por exemplo:
anestésicos
, antiinflamatórios,
 antibióticos,
 esteróides e
 agentes quimioterápicos

IMPORTANTE
Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: